Arquivo do mês: dezembro 2008

2009

já estamos na estrada. é provável que acesso à (obrigada gui!) internet, só no ano que vem. eu mesma não sei porque tou levando o computador prailha. não consigo mesmo me desgrudar.

aí é isso, boas entradas pra quem fica. bjs bjs.

Anúncios

happy-christmas-face

ah, o natal.

ao contrário da maioria das pessoas, não me incomodo com o tal do consumismo natalino. adoro uma desculpa, ainda que esfarrapada, pra presentear e ser presenteada. o pior seria um feriado cristão onde eu fosse obrigada a ir `a aparecida do norte rezar de joelhos. aí sim eu me matava.

mas esse feriado aí, do tal do cristo, até que é bem divertido. FERIADO e troca de presentes, hahaha, vou reclamar de quê, deosdocéu? e presentear, veja bem, não significa exatamente sair estourando o cartão de crédito por aí. pode ser um cd gravado, uma cartinha divertida, uma toalhinha com bordado personalizado. o que me diverte mesmo é colocar a cabeça pra funcionar e ESCOLHER* o que dar. mas também tudo depende de quanta grana eu posso gastar no momento. se as vacas estão gordas, admito, me dá gosto COMPRAR COISAS pros outros.

eu, definitivamente, não embarquei na onda do consumo sustentável. o que não é motivo de orgulho, veja bem, só não consigo entender TANTO discurso contra natal, contra o dia das crianças, contra páscoa e blá, e dá licença que tá na hora de trocar presentes. me remete `a velha CULPA cristã. pessoal ADORA sentir culpa, MOSTRAR AO MUNDO que oh!, tou comprando mas tou sofrendo. oh!, tou comprando por conta da pressão social. mas no fim das contas, nunca vi alguém não sorrindo ao ganhar/dar alguma coisa a quem se ama.

então, desse grupo aí, cheio de pudores, eu tou definitivamente fora.

o que incomoda mesmo nisso tudo é o tal do ESPÍRITO NATALINO. essa coisa de ser abraçado por pessoas que eu nunca quis ser amiga, ter que desejar boas festas, feliz ano novo, blablabla, quando eu mal lembro do nome da criatura. ah, isso sim é MUITO MUITO chato.

* por isso eu REJEITO todo ser humano que presenteie com VALE-PRESENTE. escolher presente é TÃO LEGAL, e é uma demonstração TÃO CLARA de quanto você conhece alguém, ou quanto você ao menos tentou agrada-la. eu adoro essa parte.

mas como toda regra, é claro, essa também tem uma exceção. amigo-secreto da FIRRRMA. aí o vale-presente não só é bem-vindo, como RECOMENDADO. porque né, ninguém é OBRIGADO a participar E passear no shopping pra escolher o que dar. e se acabar optando por passear no shopping, acredite em mim, vai acabar escolhendo o presente mais porcaria possível. como da vez que eu ganhei um livro de auto-ajuda. ou da vez que eu ganhei uma blusa tamanho G. ou aquela mini-blusa branca, DAQUELE amigo-secreto. enfim, é desastre na certa.

ok, justiça seja feita. belisco largou o freela e veio aqui comemorar.

aí liguei pro meu pai e ele tava, na mesma hora, fechando um negócio importantíssimo que vinha sendo negociado há mais de dois anos. vê se as runas não estão favoráveis? já já vou ali jogar na mega sena. vai que, né?!

aiai, tou rindo `a tôa.

(agora só falta eu descobrir onde fica a porcaria da crase no teclado do mac. ;))

novidaaaaaaaaaaaaaaade maaaaaaaaaaaaaaster!

eu não disse que se arranjasse um emprego decente não voltava nem pra cobrar o que me deviam? pois bem, EU MENTI, hahahahaha! volto de férias no dia 05/01 pra dizer – oi, me paguem, tou indo embora! uhú! nem tou acreditando, ARRANJEI O EMPREGO DOS SONHOS.

putamerda, muita emoção, tá me dando até um revertério!

aí é isso, hahaha. minha mãe acabou de me ligar por um motivo qualquer, eu contei a coisa toda e ela nem tchuns, hahaha. aí eu TENTEI chamar a atenção do belisco, mas ele tá num freela brabo e não me deu muita bola, os gatos não quiseram me ouvir porque tão com muito sono e eu tou agitada demais pra ligar pro meu pai. aí vim aqui, hahahaha, falar com o WORDPRESS mesmo. VIU, WORDPRESS? hahaha, que horror.

tou feliz pra caramba, uiuiui.

ah, e zêêê, OBRIGAAAAAAAAAAAADA pela força, você é mesmo a MELHOR CEO da face da terra, hahaha. assim que eu conseguir me controlar te ligo. preciso comprar um sakêzinho pra comemorar.

:)

my name is lisa.

e a explicação do diretor.

vi aqui. de repente, uma troca de vídeos, vê que coisa.

***

ainda não consegui postar do brinquedo. eu entro no wordpress, só não descobri como faço prabrir o teclado ali. mistérios, mistérios.

reza a lenda que é possível twittar. veremos o que faremos.

***

alguém explica.

um brinquedo lindo, charmoso e revolucionário. que não tem ctrl+c ctrl+v. diz se alguém não ficou de saco cheio e pensou – ah, cansei disso aí, vamos lançar desse jeito, outra hora eu arrumo o copiar e colar.

porque, né, artigo de primeira necessidade nessa vida.

***

tou tentando não ficar ansiosa, mas tá difícil.

***

agora, gente, ALGUÉM NO MUNDO viu o episódio de house ontem? house BEIJANDO a fucking cuddy? ALGUÉM? ALGUÉM?

vou te contar, há muito tempo eu não me emocionava assim com uma cena de beijo. o house, támentendendendo?

oh céus, morri de verdade. será que ele superou? ahn? as sirigaitas? e resolveu dar uma chance à coroa? será que há esperanças pratiozões-azedinhos-de-meia-idade-que-fazem-pirraça-feito-adolescente?

pai? ¬¬

se você não viu, táqui ó. o episódio todo é ótemo, recomendo.

(mas tirando a questão HOUSE (como se fosse possível), o beijo é de uma mixuruquisse de dar dó viu. que tal abrir a boca, pessoal? mais uma tomada, sem nojinho dessa vez, ok? fail.)

***

dentro de algumas horas, estarei de férias.

(como se eu tivesse trabalhado horrores nos últimos sete meses. podem rir de mim, mas o ócio-remunerado é um troço frustrante demais. chega a cansar. por mais que eu tenha tentado me ocupar de outras formas, fica uma sensação de EMBURRECER que pesa mais que trabalhar horrores, correndo de um lado pro outro, resolvendo problemas. tudo o que eu queria era não ter que voltar pra cá. tipo, NUNCA MAIS. ligar dizendo, ó, tou cancelando a conta. se eu arranjar um outro emprego (decente) HOJE, capaz de eu nem vir cobrar minha rescisão. cansei demais dessas gentes, tádoido.)

***

e tou devendo hein. PHOTAS da semana passada. da bebedeira* de sexta e da jogatina de sábado. ME-DI-VIR-TO.

aguardem e confiem.

*tenho que contar. acabei dando BRONCA no meu pai por conta dessa bebedeira aí. bronca não né, mas acabei CHAMANDO A ATENÇÃO dele. imagina que ele passou A NOITE TODA paquerando uma amiga minha e no dia seguinte queria convidar OUTRA AMIGA (que viu toda a paquera e tals) pra sair?! pai, desculpa, mas você tá se queimando na rodinha. falei pra ele. aí ele veio com um papo de, pô, não lembro de nada disso aí que você tá falando e tals. aliás, como foi que eu chequei em casa hein? eu dirigi assim? não né, não deixei. enfim. depois de todo um bate-papo revelador papis ficou meio passado e disse – acho que vou ligar pro pessoal então. hahahahaha, como assim LIGAR PRO PESSOAL?! fiquei ahn? ligar pra quê? – pra falar que foi tudo um mal entendido, que eu não sou assim de beber e perder o rumo. hahahaha. tipo, NA HORA eu lembrei de MAIS ALGUÉM que dá dessas. de beber, atravessar a rua sambando, e no dia seguinte ligar pra falar que foi um mal entendido. hahahaha. MENTIR que tomou um remediozinho que causou o revertério. hahahaha. tá tá pai, pode ligar, vai TODO MUNDO acreditar viu.

daqui.

believe me or not, aos quarenta e seis do segundo tempo, o pessoal começou a trabalhar.

juro. 365 dias pra fazer isso e eles preferem se animar agora, UM DIA ANTES das férias.