minhas histórias (infinitas) de banheiro.

aqui no trampo a questão BANHEIRO é uma constante. primeiro que eu tenho o intestino solto naturalmente. vou ao banheiro trocentas vezes por dia. segundo que eu tou num programa pessoal de reeducação alimentar, e isso inclui litros de água e suco. traduzindo, MUITO xixi.

daí que hoje, oito anos depois de ingressar no maravilhoso universo do ambiente de trabalho, cheguei a DUAS variáveis que fazem TODA a diferença antes de aceitar uma oferta de emprego:

1) ar-condicionado. em funcionamento constante, limpo e silencioso.

2) banheiroS. em funcionamento constante, limpo e silencioso.

*

o caso é que o lugar onde eu trabalho atualmente é TÃO, mas TÃO pequeno, que o ÚNICO banheiro disponível é praticamente NO MEIO do escritório. se respirar mais fundo, todo mundo ouve. imagine TODO O RESTO que se faz num banheiro. dar uma rapidinha então, NEM PENSAR.

mas eu já saquei da galera aqui. se é pra fazer número dois, fulano entra falando no celular, ciclano TOSSE enquanto caga e o outro leva jornal pra FOLHEAR. intensamente, se é que me entende. pra fazer BARULHO e tals.

e, numa boa, o caso aqui é muito sério. o banheiro não só é MUITO perto das mesas e MINÚSCULO, como o escritório em si é um silêncio dos infernos normalmente. porque aqui, veja que maravilha, o ar-condicionado é REALMENTE silencioso. ¬¬

*

o lance que me MARCOU hoje foi uma PESSOA que resolveu fazer as suas necessidades falando ao telefone. ok, já vi isso acontecer antes e compreendo a situação. a QUESTÃ é que ela não usou o seu IMACULADO celular. não. acredite em mim. ela levou o TELEFONE SEM FIO QUE TO-DO-MUN-DO-U-SA.

juro. juro. juro.

é o único telefone que liga pra celular. é o único que faz interurbano e o único que faz chamadas internacionais. e como se NÃO BASTASSE, é um telefone que RECEBE ligações. pra TO-DO-MUN-DO.

*

numa boa, se tocar e for pra mim eu finjo que morri.

Anúncios

2 Respostas para “

  1. um bnheiro no meio da sala é sacanagem. é um crime contra a flatulência e o bom ritmo intestinal.

  2. ai, nem me fale. você nem imagina quanto aperto (literalmente falando) eu já passei aqui. tive que reeducar meu sistema digestivo, sabe? impondo alguns horários e tals, haha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s