*

a minha vontade de escrever aqui é proporcional às atividades da faculdade. tenho um resumo IMENSO pra fazer, divertidíssimo, com trocentas tabelas demográficas incríveis. e o tcc, ou pré-tcc, que preciso pré-entregar semana que vem e nem comecei.

*

e as visitas ao blog também. quando elas começam e me encucar – de onde vem essa gente? o que elas querem de mim? – desanimo DE VEZ. porque, né, meu diário isso aqui, rapá. tenho vergonha do mimimi. aí dou essa parada, até o número de visitas voltar ao normal.

*

semana passada fomos à ilhabela, vê que lindo. três dias intensos comendo, dormindo e trepando, uma belezura. a vontade de ficar ou voltar era TANTA que belisco fez questão de esquecer o celular no hotel. aí ó, vê que chato, voltaremos esse final de semana. e agora, COM sol. adôuro essa vida.

e vamocombiná que eu já tava à procura de uma desculpa pra NÃO votar há algum tempo. agora não vai ter jeito hein, mal aê lavínia, mas dessa vez tá difícil demais.

*

ah tá, lembrei de outra coisa. eu tava/tô com uma vontade MONSTRO de reclamar do meu trabalho. mas tou evitando por conta da CHATICE que é gente que VIVE reclamando do trabalho. não tá satisfeito, cai fora, simples assim.

acontece que eu tou dividida. minha parte ÓCIO tá mais que satisfeita. eu não tenho que me preocupar muito com horário, invento uns feriados por aqui e todo mundo adere à idéia sem pestanejar, tenho tempo livre pra fazer mil coisas, etc. e, né, eu nunca fui uma pessoa pró-trabalho. sempre fui pró-ócio e tals. mesmo na minha fase workaholic, o objetivo TODO era trabalhar pra ter mais tempo livre. porque CRESCER profissionalmente pra mim é isso: DELEGAR as coisas chatas, CENTRALIZAR as partes legais e passar o máximo de tempo possível FORA do trabalho. que eu não vivo e nunca vivi pra ganhar dinheiro pros outros. eu gosto de USUFRUIR da minha vida, da minha casa, ter o MEU dinheiro pra fazer as coisas, etc. se alguém tá ficando mais rico com o meu trabalho, vixê, então tâmo no lucro.

enfim. esse meu lado tá felizão e satisfeito.

mas eu tenho OUTRO lado né. de ODIAR coisas mal-feitas. de passar NERVOSO com gente que faz corpo mole, que FINGE que entende mas não faz ESFORÇO pra entender, que FINGE que trabalha e passa O DIA pensando na morte da bezerra.

porque eu mesma, não finjo que trabalho. se tem o que fazer eu sou a primeira a deixar tudo pronto. mas se a empresa não produz e a minha área não tem demanda eu deixo BEM claro que – ó, acabou viu, tou bundando, se rolar alguma coisa por aí é nói.

mas FINGIR que tou produzindo e passar O DIA fazendo nada, ah não, aí é o fim da picada.

e aí né, numa GRANDE corporação você tem POSSIBILIDADES. às vezes você NÃO tem alternativa também, mas a questão é que ninguém passa o TEMPO TODO fingindo que tá trabalhando. há o que fazer, há no que se interessar.

aqui, meu medo é de emburrecer de vez. micro empresa, 05 fucking loosers à minha volta, vou FAZER oq? simplesmente não dá pra INVENTAR trabalho.

aí tou assim né. pensando nisso, mas tentando manter guardado. que gente que VIVE reclamando do trabalho – já disse isso, eu sei – é chato pracaralho.

*

é hoje que eu reativo minha conta na catho.

Anúncios

Uma resposta para “

  1. ae!!! pior que os burros são os que fingem de burros. tenho vontade de quebrar os dentes deles, mas aí eu lembro que é só um trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s