ilhabela ilhabela

ilhabela ilhabela

ilhabela adivinha? ilhabela

gatos ówn!

e ilhabela hein.

a minha sorte é que esse blog é tão visitado quanto… sei lá… i ching virtual (ninguém joga i ching pela internet, certo?). porque eu recomendei aquela pousada né, em toque-toque. pois bem, desrecomendo, se é que essa palavra existe.

o lance é o seguinte. eu gosto de conforto. porque, oi, eu AMO a minha casa. então se é pra sair daqui pra PAGAR pra dormir em outro lugar, é importante que eu durma MELHOR do que na minha própria cama. tipo em motel. gente, adoro dormir em motelzão-piscina-ofurô-cinco-camas. enfim. fomos lá pra tal pousada. e, veja bem, a pousada é uma graça, a dona é um amor de pessoa, a piscina é legal, os quartos são confortáveis. tudo nos trinques.

se.não.fosse.a.roupa.de.cama. pois é. a roupa de cama.

primeiro eu notei que a roupa de cama não era branca. nem colorida. meio desbotada, sabe? até aí, óquei, sinal de que alguém tem usado a máquina de lavar. segundo, ela não era exatamente macia. óquêi, alguém tem usado a máquina de lavar SEM amaciante. terceiro, bem, ela não combinava. sabe fronha de um, lençol de outro? então.

tá, pode parecer a maior frescura da face da terra. mesmo porque eu não tenho trocentos conjuntos de roupa de cama em casa. tenho alguns, mas também tenho um monte de lençol perdido que eu uso assim mesmo. mas, o-oi, eu não sou uma POUSADA. eu não cobro pras pessoas DORMIREM aqui. enfim. fiquei MEIO incomodada.
mas como eu disse, a pousada era boa, a dona era simpática, blablablá whyska saché. até que. depois de tomar AQUELE banho, passar creme nos pés, creme nas mãos, cremes nisso e creme naquilo, vou me deitar com AQUELA sensação de frescor e limpeza, olho pro lado (belisco quase capotado) e vejo AQUILO. aquele. travesseiro horrendo. MARROM. MARROM ESCURO. saindo por debaixo da fronha desbotada.

aí encasquetei de vez. porque, oi, eu TROCO os travesseiros da minha casa de vez em quando. ainda que as células mortas, ácaros e percevejos tenham sido meus, ainda assim, eu prefiro não cultiva-los. gosto que eles tenham uma vida curta. OS MEUS ácaros, entende?

e aí é isso. no dia seguinte tomamos a sábia decisão de dar o fora e procurar outra pousada pra ficar.

travesseiro branco

e só pra não dizer que eu só recomendo porcaria. se você estiver em são sebastião e não quiser gastar muito, tou super recomendando o hotel recanto dos pássaros. preço honesto, café da manhã farto, piscina boa e, é claro, roupa de cama branca, macia E cheirosa.

além disso nós ficamos na sensacional pousada do alemão, em ilhabela. o atendimento é ótimo, as instalações idem, a comida é uma delícia e os preços não assustam. recomendo de com força.

e aí foi isso. dez dias muito bem vividos. mergulhamos no meio de cardumes, encontramos um lagostão, quase perdi o equipamento de mergulho do belisco, comprei meu tão desejado pé-de-pato, fomos do oiapóque ao chuí de ilhabela e QUASE nadamos pelados. as praias estavam QUASE desertas.

nada como viajar durante a semana fora de temporada.

http://jupih.blogspot.com/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s