Arquivo do dia: 11 de fevereiro de 2008

***

minhas aulas começam hoje. preguiça master só de pensar. E tem aquela coisa de sempre, a ressaca pós-feriado/férias. sinto uma tristeza danada. uma dó sem fim de mim.

 

mas passa né. daqui a pouco passa, aí rola outro final de semana perfeito e volta. pf.

 

***

 

a namorada do meu pai colocou peitos. e quem me conhece sabe que nada do mundo poderia fazer com que eu gostasse MENOS dela. (tou valorizando mesmo. foda-se). inveja pura. daquelas porrêtas, cor vermelho SANGUE.

 

meu pai: vai fazer alguma coisa hoje?

eu: sei não. vou ficar em casa… tá ocioso aí? cadê a sirigaita?

meu pai: tá se recuperando. ela turbinou.

eu: siliconou??? sério??? a ong lá deve tá jorrando dinheiro hein…

meu pai: é. besteira dela, não precisava mexer MUITO.

eu: uhahuauha, não precisava mexer MUITO? hahuauhua. mas ela ficou peitudona, você deve tá feliz né.

meu pai: até tou. ela não tava muito preocupada com o tamanho, mas eles tavam meio cabisbaixos mesmo.

eu: uhauhahauuha. tava tristinho é pai?! vixi, que chato…

meu pai: pois é. e tinha um mais triste que o outro… aí ela ficava encanada pra arrumar. precisava dar uma balanceada mesmo.

 

e aí seguiu a conversa. ladeira abaixo, não queiram saber.

 

o lance é que ela tá fazendo faculdade agora. na MINHA faculdade. no MESMO PRÉDIO. praticamente NO MESMO ANDAR. e aí é isso. tou SUPER animada para a volta às aulas. e nada pode ser mais animador do que encontrar a sirigaita lá. DE PEITÃO.

 

e eu vou dar (mais) uma declaração preconceituosa. ela faz ASSISTÊNCIA SOCIAL. tipos. oi? quem faz assistência social? porque se for pra fazer alguma coisa, escolhe logo PUBLICIDADE ou DIREITO… qualquer curso onde você tenha meninas E MENINOS na sala de aula. gente DESCOLADA. tipo. onde exista ALGUMA chance de envolvimento sexual, paixonite, namoro, qualquer porcalheira assim, durante a graduação. mas não. foi escolher o curso mais de freira que existe. porque não é só o lance do curso ter APENAS meninas e viados. não é isso. é que as pessoas que fazem assistência social (pelo menos na minha faculdade) não trepam. acho que não batem punheta. sabe gente que tem vergonha DE SE TOCAR? então. foda assim.

 

enfim. eu também tou num curso de freira né. atuariais. só nerd punheteiro e tals. mas eu não tou namorando o pai de ninguém.

 

***

Anúncios