então você pode entrar no imdb e digitar ma*ria do ro*c*cio. que, no caso, é minha mãe. tem algumas informações bem erradas ali. pra começar não são dois c´s. a data de nascimento também. ficou mais nova, ainda que o dia e o mês estejam corretos. tem uma terceiro informação equivocada também. mas eu não sei se vi direito. eu sei que li comédia ali embaixo. como se, enquanto atriz, esse fosse o gênero que a tivesse consagrado. não foi né. mesmo porque, alô consagração. foi pornochanchada mesmo. não sei se escreve desse jeito. mas foi. ela não admite. algumas coisas eu simplesmente sei.

tive vergonha disso durante boa parte da minha infância/adolescência. o que, pensando agora, era bem idiota da minha parte. mas tinha ligação com um trauma familiar e tals. da minha mãe ter engravidado sem querer e de eu ter acabado com a carreira dela. que envolvia o ca$amento com o neto do carlo$ drummond de andrade. tipos que ela chifrou o cara com o meu pai. depois de casada, entende? e aí fodeu né, porque foi chifrar com um japonês. cagada. e venho eu. com cara de bolacha e olhos puxados e tals. um puta drama. e aí eu me sentia culpada blablabla whyskas sache. meio que passou.

fora isso eu não lidava bem com AS fotos. minha mãe pagando peitinho em TODAS as revistas da época. e aí eu pensava que se espalhasse a história por aí meus coleguinhas bateriam punhetinhas. pra minha mãe. me dava raiva só de pensar. que passou também. porque a pornografia dos anos setenta não compete com a pornografia atual. matagal versus útero, não tem nem cabimento.

***

e agora eu tou me preparando pra levar a minha irmã pra pagar peitinhos. tipos que eu não vou dar muitos detalhes porque é um projeto começando a caminhar e eu não quero pagar de gostosa sem os peitinhos da minha irmã devidamente pagos e tals. mas eu posso dizer que estou tão ou mais empolgada que ela. primeiro porque se alguém for pagar alguma coisa, esse alguém não sou eu. segundo que eu tenho a MAIOR vontade de dizer que vou pra frança nas próximas férias. visitar minha irmã.

***

espero nunca usar a expressão modelando. acho uó.

***

vou ao jogo hoje. empolgação zero pra ser sincera. acho esse negócio de ir ao estádio meio programa de índio. não acredito que todas as pessoas achem aquilo divertido. parece obrigação achar. tipo casamento em igreja. ninguém gosta, mas é só marcar que neguinho sai correndo comprar roupa nova. e planejar quem vai no carro de quem. se anima e tudo.

mas vou acabar me divertindo. a família do belisco é boa pra esse tipo de coisa.

tou torcendo pra ver o bebeto contar até dez no intervalo do jogo.

Anúncios

Uma resposta para “

  1. vamo lá pessoal, uma ôla em homenagem ao sapo da xuréia!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s